Conheça os 4 pilares da saúde para um emagrecimento saudável

Conheça os 4 pilares da saúde para um emagrecimento saudável

Conheça os 4 pilares da saúde para um emagrecimento saudável

Eu sempre recomendo para os meus pacientes 4 pilares para uma vida saudável. O método tem com base a desinflamação do corpo. Sabe-se hoje, que o foco no tratamento da obesidade está na redução da inflamação, pois a obesidade é uma doença inflamatória. Pode-se até reduzir o peso e/ou gordura corporal com estratégias que não estejam considerando este aspecto, porém, sabe-se, que não se consegue manter o peso perdido enquanto se mantém inflamado.

Além de a inflamação criar condições para o ganho de peso, ela favorece a resistência à insulina, diabetes, arteriosclerose, dislipidemia, hipertensão, insuficiência renal, etc. A inflamação pode ser favorecida ou desfavorecida pela alimentação. Além da falta de comportamento alimentar adequado e da regularidade da atividade física, a não desinflamação do corpo contribui para um emagrecimento não saudável e não sustentável.

1)Alimentação Saudável:

A alimentação saudável e equilibrada é primordial para a manutenção do peso de modo correto. Há dois tipos de alimentos em relação aos nutrientes:

Alimentos nutrientes: trazem benefícios e atuam favoravelmente à genética. No formato de proteínas, que tem ação anti-inflamatório e estrutural: temos os ovos, whey protein, peixes e frutos do mar. Em relação às gorduras: tutano, banha, óleo de coco e ômega 3. Nos carboidratos: batata doce, abóbora, cenoura.

Alimentos anti-nutrientes: causam inflamação e interferem negativamente na genética. Proteínas: peixes e animais criados em cativeiros; Gorduras: margarinas, óleos de girassol e canola, além da banha de porco industrializada. Carboidratos: amido de milho, trigo e grãos com glúten. A lactose, açúcar do leite, é um alimento inflamatório. Alimentos brancos refinados, como o açúcar, também inflamam o organismo.

2) Atividade Física

A atividade física regular é fator primordial para uma melhora da qualidade de vida. Os seus benefícios: -Diminui Pressão Arterial –Diminui a Frequência Cardíaca -Aumenta Oxigenação tecidual -Melhora Perfil Lipídico -Diminui a quantidade de Radiais Livres. Dois tipos: 1- Anaeróbio (Ex: musculação) Aumento de Testosterona (importância no idoso) 2- Anaeróbio (Ex: corrida) Aumento de Oxigenação, melhora ritmo cardiorrespiratório.

3) Regulação do Intestino

Com meio bilhão de neurônios e mais de 30 neurotransmissores (incluindo 50% de toda a dopamina e 90% da serotonina presentes no organismo), o intestino é considerado o segundo cérebro. Tudo isso para controlar uma função essencial do corpo: extrair energia dos alimentos. Uma alimentação saudável é o início para cuidar melhor deste órgão e controle da obesidade. O Intestino foi reconhecido como órgão autônomo no século 19, sendo capaz de executar funções independentemente de estar conectado ao sistema nervoso central. É o intestino que seleciona o que é útil ou não para comer. Nas teorias científicas, o ser humano desenvolveu dois cérebros: um na cabeça (que lhe permitia encontrar meios de sobrevivência e garantir a reprodução da espécie) e o intestino, que ficaria responsável pelos processos vitais de digerir e absorver alimentos.

Doenças como depressão, demências e enxaquecas são tratadas com a melhoria do sistema intestinal. Os alimentos bons para o Intestino são: fibras, óleo de coco, whey protein, glutamina, ovo (ação antiinflamatória) e tratamento com lactobacilos para proteger as bactérias boas no intestino. Lactobacilos podem ser manipulados ou encontrando em alimentos como iogurtes, de preferência consumir sem lactose. A disbiose intestinal deve ser tratada para o corpo emagrecer.

4) Melhora do Sono

Pesquisas indicam que a baixa qualidade do sono também é fator importante para o aumento da obesidade. No período noturno, a serotonina, que é o hormônio do bem-estar, se transforma em melatonina, responsável pelo sono reparador. Nesse estágio do sono, as células conseguem mobilizar gorduras de forma adequada. Devido ao estresse e vida intensa, o brasileiro dorme mais tarde e também não tem horário para dormir.  Isso gera desequilíbrio hormonal e as pessoas acordam mais cansadas e não reparam o sono.

Nos 4 pilares da saúde (emagrecimento saudável) é conduzido pelo histórico de saúde do paciente, com um processo de conversa investigatória, ampla e irrestrita entre o médico o paciente, além do exame de bioimpedância realizado no consultório. Poderão ser solicitados exames laboratoriais (sangue, vezes e urina) para verificar o grau de inflamação no corpo. Diante dos resultados, há um direcionamento para ajustar a alimentação/suplementação, atividade física, regulação do intestino e melhora do sono. Emagrecer de forma saudável é um processo disruptivo, que envolve mudança do mindset (modelo mental) para geração de novos hábitos para mudar comportamentos. O apoio de uma equipe multidisciplinar e orientação de um médico especializado são essenciais para a tomada de resultados positivos.

Busque a sua melhor versão!

Por Rafael Coelho